Se você não quer gastar muito com o aniversário do seu filho, confira as ideias inspiradas na maior feira do ramo.

Ao organizar uma festa de aniversário para o filho, muitas mães querem docinhos diversificados, cenografias gigantescas e todos os brinquedos que couberem no local. Mas nada disso é garantia de felicidade para os pequenos convidados e para o sucesso de uma festa infantil. Segundo a assessora e organizadora especializada Kika Duarte, da Auguri Festas e Eventos, em São Paulo, menos também pode ser mais. Com criatividade e empenho, não é preciso gastar tanto para fazer o seu filho contente.

Visitamos a 4ª edição da Mega Festas – feira de fornecedores e serviços relacionados a festas infantis e infanto-juvenis realizada recentemente no Terraço Daslu, em São Paulo – na companhia de Kika. Ela mostrou como se inspirar em algumas ideias apresentadas no evento para fazer uma festa personalizada, divertida e econômica, sem sair de casa. “O ideal é mergulhar no tema e dar atenção aos detalhes”.

1. Saiba o quanto você está disposta a pagar
Não dá para bancar uma decoração completa do Ben 10 no salão de festas do prédio? Sem problemas. A criança pode ficar contente – e muito – simplesmente recebendo os amiguinhos em casa, com a vela do bolo de aniversário no tema do seu personagem favorito. “Não precisa haver ostentação nesta hora. O foco é comemorar o aniversário do filho como for possível”, afirma Kika.

2. Defina um tema a partir de algo que você já tem
Procure ideias dentro de casa. Se encontrar uma máquina de costura dos tempos da vovó, compre fitas métricas e linhas de costura e monte uma mesa com o que puder ser combinado. O tema para a festa do seu filho pode estar escondido nos armários. Não é tão difícil e pode dar um resultado incrível.

3. Troque a lembrancinha por uma oficina
Se o tema da sua festa é corte-e-costura, que tal trocar as lembrancinhas por uma oficina rápida e simples para as crianças, ministrada por uma das mães? O resultado da aulinha de confecção já serve como lembrancinha, além de elas terem uma atividade diferente para se divertir. Oficinas de culinária também podem servir para a criançada levar uma lembrancinha para casa – como um cupcake feito por ela mesma.

4. Experimente antes a montagem da mesa
Monte a mesa antes do dia, para visualizar exatamente como ela vai ficar. Se notar áreas muito vazias, preencha com flores – escolha as favoritas da criança ou use um vasinho de flores que você já tem em casa – ou, se a festinha é para meninas, faça laços de cetim ou gorgurão. “São detalhes que fazem a diferença”, conta Kika.

5. Fuja dos temas padrões
Às vezes as mães querem juntar a festa de aniversário do filho de três anos e da filha de seis em uma só. Mas como encontrar um tema bom para os dois? Saia do convencional e crie um tema diferente. Uma festa com o tema pizzaria, por exemplo, atende aos dois gêneros e a uma ampla faixa etária. “Você pode, ainda, chamar uma pizzaria que leve a massa para a criança fazer a própria pizza”, sugere.

6. Lembre-se: a festa é para a criança
Dispense as firulas no cardápio. Criança gosta de brigadeiro, beijinho e bicho de pé. As mães não precisam, portanto, se descabelar para incrementar muito. “Em 98% das festas o bolo preferido é o de chocolate”, resume Kika, relembrando um quitute simples e adorado, que caiu no esquecimento nos últimos tempos: gelatina. “Em uma festinha com o tema chá de bonecas, coloque gelatina dentro das xícaras, já que nenhuma criança vai tomar chá. Faz muito sucesso”, completa.